Recrutamento e Seleção

  • por

No mundo corporativo atual, existe uma ruptura no que se refere ao diferencial competitivo. Até o século passado, empresas capazes de implementar mais inovações tecnológicas conseguiam vantagem no mercado, pois essa ferramenta permitia que elas alcançassem níveis cada vez maiores de produtividade. Entretanto na era pós digital, onde a tecnologia já está presente por todos os lugares, o diferencial das organizações sofreu grandes mudanças.

Sabe-se que os clientes não escolhem empresas apenas com base nos produtos ou preço. Algumas vezes, opta-se por preços mais caros em razão de um atendimento cordial e por uma equipe comprometida e preocupada com os problemas dos clientes, sabe-se que apenas 13% da força de trabalho global está bastante comprometida,

A partir disso, os empregadores começaram a perceber que o maior ativo que uma empresa pode possuir não se trata de seus bens materiais, mas sim das pessoas que trabalham com eles. Afinal, o que move uma empresa são elas, pessoas altamente capacitadas, engajadas, produtivas, com valores compatíveis com os da organização e dispostas a melhorar continuamente. Mesmo com o alto índice de desemprego verificado no país, pesquisas revelam que 64% dos empregadores reportam dificuldade em preencher vagas.

Ou seja, é o recrutamento que provê sua empresa com aquilo que ela precisa para se destacar no mercado e obter sucesso: excelentes profissionais!

A partir disso percebe-se que o processo de Recrutamento e Seleção, ou seja, a captação de profissionais para ocuparem certa vaga e futura seleção de um talento, é um dos processos mais estratégicos de qualquer empresa.

Agora, ficou claro que encontrar o talento certo é fundamental para construir uma empresa de destaque no mercado!